Televisão Digital Interativa

Archive for the ‘tv digital’ Category

Achei esse site num artigo do Prof. Montez. É muito interessante vermso exemplos ja aplicados no mundo de interatividade em tv digital…

http://www.broadbandbananas.com/

Anúncios

“Anatel já aprovou regulamento. Com tecnologia, empresas de energia elétrica poderão comercializar pacotes de banda larga via energia elétrica. Saiba mais sobre essa nova opção que chega ao mercado.”

Muito interessante, pois pode ser uma das alternativas para o canal de retorno.

Olha que interessante esse comparativo entre a TV Tradicional (analógica) x TV interativa. Só achei num trabalho referenciando o Adams, porem nao achei o artigo que fala disso do adams.. segue a tabela que fiz para uma disciplina no doutorado.

TV tradicional vs TV interativa

Baseando-se nas vendas de 150 mil receptores fixos e mais 150 mil móveis e o registro final obtido calculando-se 3,3 telespectadores por receptor fixo e um pelo móvel. Ou seja, transcorrido um ano da implantação da TV digital no Brasil, constatamos que de 190 milhões de habitantes apenas 0,3 % da população usufrui do sinal em HD.(Forum SBTVD).

Porém a entrada da TVD nao está sendo tão demorada comparada a TV a cores, pois:

  • no primeiro ano da TV policromática já tínhamos 68 mil aparelhos coloridos, cobertura estimada em 300 mil usuários para a população de 99 milhões de habitantes. Se fizermos as contas constatamos que é um número bem próximo da equação 0,3% de usuários Vs população, recém divulgada para a TV digital
  • Entretanto 17 anos após a estréia da TV a cores, com a transmissão do desfile da Festa da Uva de Caxias do Sul (RS), a Lintas nos informava que o Brasil já possuía 30,1 milhões de receptores de TV. Nesse contexto, 18,3 milhões de monitores coloridos, o que vem a ser apenas 60%.

Esse resgate de historico do Nelson Cadena, mostra que não devamos nos assustar…

segue o texto por Nelson Varón Cadena – Portal Imprensa Continue lendo »

Agora programadores, vamos arregaçar as mangas e trabalhar. Eu achei a decisão muito boa, pois na europa já se usa no MHP e assim teremos muitos mais aplicativos desenvolvidos para a TVD.

“A decisão foi menos polêmica do que se imaginava. Hoje, o Fórum SBTVD definiu, por 12 votos a um, o Java DTV (especificação livre, recém criada pela Sun) para ser adotado no Ginga-J, o middleware da TV digital.

A discussão que foi travada durante meses era se o Brasil deveria adotar esse padrão aberto, ou se deveria optar pelo GEM (Globally Executable MHP).O GEM, embora tenha boa penetração em outros mercados, tem cobrança de royalties maior do que a do JavaDTV.
Inicialmente, argumentava-se que o JavaDTV, se tinha como desvantagem a necessidade de maior tempo para o desenvolvimento e penetração em outros mercados, tinha como vantagem a não cobrança de royalties.

Hoje, porém, na decisão do Fórum, optou-se pelo JavaDTV, mesmo constando que haverá o pagamento de royalties à Sun. A Sun havia estabelecido o valor de R$ 0,89 centavos por equipamento, a serem pagos sob a forma de royalties. Mas constatou-se que outros fabricantes têm a mesma tecnologia com custo menores, de até R$ 0,40 por equipamento. O fórum deliberou, então, que o governo brasileiro deve renegociar os valores com a Sun e fazer com que o preço mais baixo seja estendido para os demais países latino-americanos que adotarem o padrão nipo-brasileiro de TV digital. A expectativa é de que o acordo para os novos royalties esteja fechado em uma semana.”

Fonte: Telesíntese

Temos que pensar nisso para os estudos em TV interativa, seria e está sendo uma revolução. Porém ainda acho que há espaço para que todas as mídias consigam trabalhar juntas, televisão, internet, rádio, etc.

 “Uma pesquisa encomendada pela Microsoft prevê que a televisão perderá a hegemonia como principal fonte de notícia e entretenimento nos lares da Europa em junho do próximo ano. De acordo com o estudo, em média serão gastos dois dias e meio por mês com internet contra dois dias com a televisão tradicional.

Isso não significa o fim da TV como mídia, apenas uma transformação na maneira como ela é consumida. Continue lendo »